Melhor cartão pré-pago

Cartões de crédito pré-pagos e recarregáveis: confusões a evitar

 

Em lojas perto de si, por internet ou no exterior, o cartão de crédito pré-pago oferece as mesmas condições de proteção e segurança que os cartões convencionais: a possibilidade de cancelamento imediato quando necessário, reembolso em caso de fraude, aceitação em todos os negócios inclusive fora de Portugal.

 

Os cartões pré-pagos com e-wallet integrado, como a Veritas ou a Moneybookers por exemplo oferecem remessas de dinheiro a terceiros podendo servir tanto para pagar quanto para receber salários, comissões, ressarcimentos ou compensações por serviços prestados sem o receio de comunicar seus dados bancários pessoais. Sem risco de ataque a sua conta bancária pois o cartão pré-pago é uma conta bancária. Os provedores de cartões de gama superior oferecem dados bancários do próprio cartão, como o antigo NIB (número de identificação bancária), a ser substituído pelo SWIFT, de acordo com a norma europeia. Com número próprio, seu cartão pré-pago funciona como uma conta em banco tanto para pagamentos quanto para recebimentos, sem nenhum vínculo com sua conta bancária convencional.

 

Ademais, o cartão pré-pago pode usar-se em toda parte, à exemplo dos cartões convencionais. O dono da loja de sua freguesia provavelmente não perceberia a diferença, nem as caixas automáticas. Os cartões pré-pagos também oferecem a possibilidade de levantar numérico.

 

Mas sobretudo, aí vem o mais simpático: diga adeus aos gastos d e5,6 ou 8% praticados por alguns bancos ao usar seu cartão no exterior – a maioria dos cartões pré-pagos limita suas surpresas a 1.5% e 3.5% no máximo, tornando-se a ferramenta mais interessante durante deslocamentos no exterior.

 

Convém explicar que um cartão de crédito pré-pago não é um cartão de crédito no sentido estrito do termo, já que não oferece crédito. O crédito neste caso significa ‘dinheiro disponível’, e é pré-pago, não oferecido. Isto significa que muitos hábitos deverão mudar para que se possa usar um cartão pré-pago corretamente e tirar-se dele o máximo de proveito.

 

Que se Saliente alguns pontos: 

  • O NIB, número de identificação bancária, é aquele número que identifica sua conta no sistema bancário português. Hoje em dia usa-se mais o SWIFT, que é internacional e inclui em si o NIB, e é conforme às normas européias.

 

Como especificado acima, um cartão pré-pago não é um cartão de crédito nem está vinculado a contas bancárias de qualquer espécie. Trata-se de um produto independente, e o emitente do cartão coloca a disposição de seus clientes dados bancários, um NIB ou Swift do cartão pré-pago, a parte e separado do resto de seus dados bancários. Pode-se utilizar estes dados para efetuar todo tipo de transações bancárias básicas, como pagamentos e débitos, transferências e depósitos ou mesmo levantamento de numerário sem passar por nenhuma outra instituição ou instância financeira que não seja o próprio cartão. Esta conta é pré-paga, o que significa que não tem risco de descobertos ou de excedente orçamentário, nem paga juros nem cobra juros.

 

A grande vantagem é de dispor de uma conta bancária sem banco, dispensando a abertura de uma conta em banco. Esta conta fecha-se sem maiores complicações ao findar o contrato de uso. O que passa na maior parte dos casos no entanto, é que o NIB não é realmente do titular da conta mas subcontratado. A cada transferência o titular deverá indicar um número de referência correspondente a seu cartão. 

 

Outros cartões de gama superior já estão a oferecer NIB ou Swift dedicados, ou seja usados unicamente por um cliente. No presente momento estes dados estão disponíveis apenas em nome de Inglaterra ou França, não obstante, por serem internacionais podem usar-se em qualquer país, especialmente em Europa e Portugal. Um português teria neste caso uma conta não bancária em Inglaterra e pode, mesmo em Portugal, receber dinheiro como que em uma conta convencional sem maiores questões.

 

Já vimos entretanto alguns órgãos ou estabelecimentos recusarem efetuar transferências a uma conta que não estivesse em nome de seu titular, coisa que não ocorre com os cartões de gama superior que são personalizadas.

 

  • Retenção de segurança, proteção e pré-autorização

 

Estamos perfeitamente acostumados a alugar automóveis, ir ao restaurante, comprar objetos ou contratar serviços online, reabastecer seu depósito de gasolina, pagar pedágio em uma rodovia com um cartão de crédito – não obstante, todos estes gestos corriqueiros não são tão simples quanto parecem.

 

As empresas que administram autoestradas, gasolineiras, aluguer de carros, restaurantes ou quaisquer outros comerciantes que são alvo frequente de fraudes e tentativas de estafa solicitam a Visa ou Mastercard que efetue uma retenção de segurança, ou pré-autorização.

 

Em um cartão de crédito tradicional, esta retenção de fundos de segurança não aparece no extrato, pois efetua-se no crédito disponível e não no saldo, sem perturbar o funcionamento do cartão – tanto que a maior parte dos utilizadores sequer conhece a existência de tais procedimentos.

 

Assim por exemplo, caso alguém devolva um automóvel com menos combustível ou maior quilometragem que a permitida, ou que colidiu com o automóvel e não o comunicou, o dono do estabelecimento poderá descontar em seu cartão a soma equivalente a posteriori. Este procedimento pode dar a impressão de que temos mais dinheiro do que na realidade e gerar faturas insólitas ao final do mês.

 

No caso de um cartão pré-pago, tudo isto muda. Por não envolver créditos, o montante da retenção de segurança é descontado diretamente do saldo do cartão. Em uma primeira instância trata-se de um inconveniente, mas ao entender o procedimento pode-se controlar totalmente seu orçamento, sem pagar juros ao final do mês.

 

  • Levantamento em caixas eletrônicos.

 

Como para todos os cartões, pode-se levantar numerário em todas as caixas eletrónicas do mundo nas quais as marcas Visa e Mastercard sejam bem-vindas, com uma exceção. Aquele cartão que for carregado com cupões de recarga, daqueles anónimos que podem ser adquiridos em quiosques, será impedido de levantar o numerário equivalente na caixa eletrónica. Trata-se de uma medida governamental a nível europeu de combate ao branqueamento de dinheiro.

 

Estabelecemos uma lista com os cartões pré-pagos disponíveis em portugal, e o convidamos a comparar os serviços que oferecem em função do preço que custam.

 




Comparadores de cartões pré-pagos em Portugal




Escolha do blog cartão pré-pago para a estação:


O melhor cartão pré-pago de gama superior:

Veritas Mastercard com duas versões


Gratuita:

Paga:

NIB/IBAN internacional,

Cartão virtual

Compras online e por telefone

Depósitos em numerário

Transferências de dinheiro

Receber ordenado

Pagamentos online e por telefone

Sem pré-requisitos

NIB/IBAN internacional,

Cartão Mastercard internacional de gama superior em relevo

Cartão virtual

Compras online e por telefone

Depósitos em numerário

Transferências de dinheiro

Receber ordenado

Pagamentos online e por telefone

Sem pré-requisitos

Contas empresariais

Contas associativas



Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

four × 5 =

Join Our Newsletter

Sign up here to get the lastet news and updats